CAPA     NOTÍCIAS      FOTOS     VÍDEOS    CLASSIFICADOS    CONTATO

  

Categorias
Acidentes
Agronegócio
Aporé
Ciência e Saúde
Classificados
Cultura e Turismo
Curiosidades Mundo
Economia e Negócios
Educação
Esporte
Gerais
Justiça
Meio ambiente
Música
Opinião
Polícia
Política
Previsão do tempo
Social
Tecnologia
 

Aluno tem surto em aula e ameaça colegas com faca em universidade

Alunos da Universidade de Rio Verde, no sudoeste de Goiás, passaram por momentos de tensão na quarta-feira (28). Um dos estudantes, armado com uma faca, ameaçou matar os colegas e funcionários da universidade durante a aula. Após ser acalmado e levado para casa por um amigo, o homem de 29 anos ainda ameaçou o irmão e fugiu em seguida. A polícia realiza buscas pelo estudante que, segundo a família, tem esquizofrenia e não teria tomado os remédios.

De acordo com a coordenação do curso de veterinária da universidade, o homem chegou à faculdade portando uma faca e dizendo aos colegas de sala que estava com vontade de matar alguém. Os próprios alunos acalmaram o estudante, que foi levado para casa antes que alguém ficasse ferido.

Lá, ele continuou as ameaças, colocando uma faca contra o pescoço do irmão, segundo a polícia. O rapaz fugiu, e só foi visto novamente próximo a uma mata, a cinco quilômetros de casa. Ele estava com facas e lanças caseiras, embaixo de uma árvore. No tronco da árvore, com os objetos, ele escreveu a primeira letra de seu nome e a data do dia.

Ao perceber que estava sendo observado, o estudante se escondeu na mata fechada. A família acionou a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que passaram a tarde fazendo vigília no local.

Aluno tem surto em aula e ameaça colegas com faca, em Rio Verde, em Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera) Polícia faz vigilia ao lado de mata onde estudante
se escondeu (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A polícia afirmou que não podiam entrar na mata e fazer buscas pelo rapaz porque não se tratava de um criminoso. A atitude dos policiais revoltou a família. “Eles estão esperando eu ir lá atrás do meu irmão, meu irmão me matar e ele se tornar um criminoso para eles entrarem em ação? Que absurdo é esse?”, afirmou Paulo Roberto Parreira, irmão do estudante.

Os policiais informaram que aguardavam a chegada de uma arma não letal para não ferir o estudante. Equipes da polícia monitoraram o local durante a noite, mas o homem ainda está desaparecido.

A reitoria da universidade afirmou que vai se reunir nesta quinta-feira (29) para apurar os fatos para decidir se o aluno continuará podendo frequentar a faculdade. A instituição de ensino afirmou ainda que policiais farão a segurança dos alunos e funcionários.

Fonte: Do G1 GO, com informações da TV Anhanguera

 

Aporé em Foco |  Todos os Direitos Reservados, Lei de Imprensa, nº 5.259/1967.